Título: Eu estive aqui

Autora: Gayle Forman

Editora: Arqueiro

Ano: 2015

Páginas: 240

Sinopse:Quando sua melhor amiga, Meg, toma um frasco de veneno sozinha num quarto de motel, Cody fica chocada e arrasada. Ela e Meg compartilhavam tudo... Como podia não ter previsto aquilo, como não percebera nenhum sinal? A pedido dos pais de Meg, Cody viaja a Tacoma, onde a amiga fazia faculdade, para reunir seus pertences. Lá, acaba descobrindo muitas coisas que Meg não havia lhe contado. Conhece seus colegas de quarto, o tipo de pessoa com quem Cody nunca teria esbarrado em sua cidadezinha no fim do mundo. E conhece Ben McCallister, o guitarrista zombeteiro que se envolveu com Meg e tem os próprios segredos. Porém, sua maior descoberta ocorre quando recebe dos pais de Meg o notebook da melhor amiga. Vasculhando o computador, Cody dá de cara com um arquivo criptografado, impossível de abrir. Até que um colega nerd consegue desbloqueá-lo... e de repente tudo o que ela pensou que sabia sobre a morte de Meg é posto em dúvida. Eu estive aqui é Gayle Forman em sua melhor forma, uma história tensa, comovente e redentora que mostra que é possível seguir em frente mesmo diante de uma perda indescritível.

Oii galera, a resenha de hoje é sobre o livro "Eu estive aqui" da Gayle Forman, um livro que traz de forma sensivel temas forte como suicídio e depressão. Nele acompanhamos Cody, uma jovem que tem uma vida normal em uma cidade pequena, nada de extraordinário acontece com ela. Porém, tudo muda quando a sua melhor amiga Meg que mora em outra cidade comete suicídio, Cody fica arrasada e não entende o que motivou a atitude de Meg, já que elas eram melhores amigas e uma sabia tudo da outra, certo? Não, errado, Cody percebe que a amiga guardava segredos e tenta descobrir o que a levou a cometer o suicídio.

"Supostamente, eu era a melhor amiga dela, e não sabia nada disso, porque ela não me contou. Ela não me contou que achava a vida um sofrimento insuportável. Eu não fazia a menor ideia."

Quando os pais de Meg pedem a Cody para ir à Tacoma, recolher os pertences da amiga, ela descobre como era a verdadeira Meg: seus amigos, a festas que frequentava e como ela agia. Cody se vê em um novo mundo com uma nova Meg que ela achava que conhecia, e após ver que a amiga escondia arquivos criptografados no computador, Cody se une aos amigos de quarto de Meg para saber o que realmente aconteceu e sua vida dá uma reviravolta.

Gayle, soube fazer uma história incrível e abordar o suicídio, uma tema ainda com grandes tabus em nossa sociedade de forma sensível e emotiva para que o leitor em nenhum momento sentisse a leitura pesada ou tensa, além disso temas como o luto, ressentimento, depressão e redenção são retratados de forma libertadora, com uma narrativa em primeira pessoa e uma linguagem simples, porém forte e direta.

"Perdi alguém recentemente. Uma pessoa tão importante que é como se fosse parte de mim mesma tivesse morrido. E agora  não sei mais ser como antes. Ela era meu sol, e então meu sol se apagou."

A autora, nos mostra como seguir em frente apesar das perdas, a importância de estarmos perto de quem gostamos, como o amor pode ser um válvula de escape e que depressão e suicídio são assuntos sérios que merecem ser discutidos e enfrentados. "Eu estive aqui" é real, surpreendente e emocionante, um livro que tem de tudo um pouco drama, suspense e romance, uma bela história que merece ser lida.

“A vida pode ser difícil, bonita e caótica, mas, com um pouco de sorte, a sua será longa. Se for, você verá que é também imprevisível e que há momentos de escuridão. Mas eles passam, às vezes graças a muito apoio externo, e o túnel se alarga, permitindo que os raios de sol entrem. Se você estiver na escuridão, pode parecer que vai continuar nela para sempre. Tateando às cegas. Sozinho. Mas não vai – e não está sozinho.”




Espero que tenham gostado da resenha.
- Beijos, Carol!




6 Comentários

  1. Oi Carol,
    Esse livro aborda um tema muito forte, adoro livros assim. Comprarei o mais rápido possível.
    A sua resenha ficou muito boa, você conseguiu detalhar tudo, por isso mesmo que fiquei com uma vontade imensa de comprar o livro haha.
    Beijos, sucesso ♥

    Livros Para o Chá

    ResponderExcluir
  2. Oii Ketelyn, espero que você compre o livro sim, acho que vai gostar. E quando ler me conte o que achou.
    - beijos, Carol!

    ResponderExcluir
  3. To muito ansiosa pra ler esse livro! Meu primeiro contato com a escrita da autora foi bem mais ou menos, com o livro Se Eu Ficar. Mas depois me apaixonei pela escrita dela em Apenas Um Dia e por isso comprei esse livro! Espero gostar tanto quando você <3

    Beijos,
    Bia

    www.nasuaestanteblog.blogspot.com | @NaSuaEstante_

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Bia, espero que você goste, foi um livro que me encantou muito. Quando ler me conte o que achou.
      - beijos, Carol!

      Excluir
  4. Uou, depressão realmente é um tema que precisa URGENTEMENTE ser mais debatido, e é bom um livro que aborda o assunto e ainda chama a atenção dos mais jovens. Assim eles podem meio que entender mais sobre o assunto e etc. Muito bom, vou procurar logo esse!
    http://euclarisse.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oii Clarisse, concordo com você um livro desse ajuda a alertar os jovens. Espero que você goste desse livro, depois me conta o que achou quando ler.
      - Beijos, Carol!

      Excluir